Durante o Webinar SiiLA: Escritórios, que foi ao ar nesta quinta-feira, Giancarlo Nicastro, CEO da SiiLA Brasil debateu junto de Claudio Hermolin, presidente da Brasil Brokers, o desempenho do mercado de escritórios corporativos do Rio de Janeiro.

Segundo os executivos, os imóveis comerciais do Rio de Janeiro estão em um momento de retomada. A taxa de espaços vagos em escritórios de alto padrão (A+ e A) na cidade, que chegou a 44% no primeiro semestre de 2017, hoje está em 32%, segundo os dados mais recentes da plataforma SiiLA.

A região do Porto, por exemplo, já teve taxas de vacância acima dos 90%. Hoje, o índice está em linha com o mercado – 34% ao fim de 2019, e esta taxa tende a cair nos próximos períodos.

“O mercado imobiliário é tudo sobre localização. E não existe lugar no mundo com uma característica em termos de localização como o Porto Maravilha. Aqui nós temos a estação de barcas, o aeroporto Santos Dumont, VLT, terminais de ônibus, inclusive intermunicipal, Ponte Rio Niterói, acesso fácil à linha vermelha, amarela e pela avenida Brasil. Então quem tiver visão, com certeza enxerga o Porto Maravilha com um excelente futuro pela frente”, afirma Hermolin.

“Desde 2014, o Porto recebeu 7 novos empreendimentos de alto padrão, todos eles desenvolvidos com arquitetura moderna, que chegaram para revitalizar esta área do Rio de Janeiro. Em comum, todos trazem o que há de mais tecnológico e eficiente para os seus inquilinos. Dos 7 empreendimentos entregues no período, 5 já constam com certificado de sustentabilidade, uma das novas tendências que vieram para ficar”, destaca Nicastro.

Todo esse movimento é ótimo para a economia da nossa cidade. Mas além disso, as empresas devem ter atenção à questões que envolvem os espaços físicos dos escritórios, como ergonomia, qualidade do ar e acústica, que influenciam diretamente nos resultados da empresa. 

Clique no botão abaixo e assista uma série de vídeos que criamos abordando esses e outros temas que podem contribuir muito para o sucesso da sua empresa.

Fonte: SIILA


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *