Em nossa recente estada na França por ocasião do Salão BATIMAT 2019, aprofundamos nossas pesquisas sobre a maneira como as pessoas estão trabalhando hoje e como estas mudanças estão afetando os projetos de escritórios.  Segundo a revista L’Express, a França é a campeã mundial e a nação pioneira no conceito de escritório flexível.

Matéria original na publicação semanal francesa L’express

A seguir, outros dados importantes da matéria da L’Express, feita em parceria com a empresa IWG (International Workplace Group):

• Antes, um empregado passava 80% do seu tempo na mesa de trabalho. Hoje este percentual é de, no máximo, 60%;

• 60% das empresas francesas passaram a optar por políticas de horas flexíveis para seus empregados;

• Autorizada pela legislação trabalhista francesa desde 2005, a prática do trabalho à distância (incluindo o home office) mais que triplicou;

• Em 2018, o trabalho à distância atingiu 29% dos empregados, um aumento de 25% em relação a 2017;

• Entende-se por trabalho à distância o trabalho feito a partir de home office, coworking ou uma terceira via. Este tipo de atividade é capaz de solucionar questões como trajetos muito longos casa-trabalho. Este benefício foi observado por 79% das empresas francesas;

• 66% das empresas francesas apostam na agilidade como fator de sucesso para o trabalho à distância (contra média de 55% em outros países);

• Para 79% das empresas francesas (atrás do Brasil e do México) a flexibilidade do trabalho é fator de aumento de produtividade.

Categorias: Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *